Fortaleza, Sexta-feira, 19 Abril 2019

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação

Pesquisa Google

Pesquisa Personalizada

QR Code

Estação Espacial Internacional - ISS - QR Code Friendly

Visitantes

Contador de Visitas

005845292
Hoje
Ontem
Esta semana
Semana passada
Este mês
Mês passado
Todos os dias
519
1521
6886
935422
21468
52569
5845292

O seu IP: 3.91.157.213
2019-04-19 21:23

Login de Acesso

Pensamento do Dia

A verdade alivia mais do que magoa. E estará sempre acima de qualquer falsidade como o óleo sobre a água. (Miguel de Cervantes)

Terça, 30 Agosto 2016 18:36

Estação Espacial Internacional - ISS Destaque

Avalie este item
(4 votos)
Estação Espacial Internacional - ISS Estação Espacial Internacional - ISS Estação Espacial Internacional - ISS

Ao vivo a Estação Espacial Internacional inclui exibições internas, em alguns momentos quando a equipe é vista de plantão em contato com o controle da missão na Terra. O vídeo é acompanhado por áudio de conversas entre a tripulação e Controle da Missão. Este vídeo só está disponível quando a estação espacial está em contato com o solo. Durante a "perda de sinal" em determinados períodos, os espectadores podem ver um padrão de teste ou um mapa do mundo gráfico que descreve o local da estação em órbita acima da Terra. A estação orbita a Terra uma vez a cada 90 minutos, ele experimenta um amanhecer ou um pôr do sol a cada 45 minutos. Quando a estação está com câmera de vídeo externo desligada, pode aparecer preto, mas pode às vezes oferecem vistas espetaculares de raios ou luzes da cidade abaixo.

Estação Espacial Internacional (EEI, na sua sigla em português ou, em inglês, "International Space Station", com a sigla ISS) é um laboratório espacial completamente concluído, cuja montagem em órbita começou em 1998 e acabou oficialmente em 8 de Junho de 2011 na missão STS-1351 . A estação encontra-se em órbita baixa (entre 340 km e 353 km), que possibilita ser vista da Terra a olho nú, e viaja a uma velocidade média de 27.700 km/h, completando 15,77 órbitas por dia.
Na continuidade das operações da Mir russa, do Skylab dos Estados Unidos e do planejado Columbus europeu, a Estação Espacial Internacional representa a permanência humana no espaço e tem sido mantida com tripulações de número não inferior a dois elementos desde 2 de novembro de 2000. A cada rendição da tripulação, a estação comporta duas equipes (em andamento e a próxima), bem como um ou mais visitantes.
A ISS envolve diversos programas espaciais, sendo um projeto conjunto da Agência Espacial Canadiana (CSA/ASC) , Agência Espacial Europeia (ESA), Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (宇宙航空研究 ou JAXA) , Agência Espacial Federal Russa (ROSKOSMOS) e Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA) dos Estados Unidos.
A estação espacial encontra-se em órbita em torno da Terra a uma altitude de aproximadamente 360 quilômetros, uma órbita tipicamente designada de órbita terrestre baixa (na verdade, a altitude varia ao longo do tempo em vários quilómetros devido ao arrastamento atmosférico e reposição). A estação perde, em média, 100 metros de altitude por dia e orbita a Terra num período de cerca de 92 minutos. Em 27 de junho de 2008 (às 01:01 UTC) completou 55.000 órbitas desde o lançamento do módulo Zarya, o primeiro a ser lançado para o espaço.
A estação era atendida principalmente pelo vaivém espacial (português europeu) ou ônibus espacial (português brasileiro) e pelas naves Soyuz e Progress. O último voo de um ônibus espacial – o Atlantis - foi marcado para 8 de julho de 2011. A estação ainda se encontra em construção, embora já seja utilizada continuamente para realização de experiências científicas (algumas cuja realização na superfície terrestre seriam de elevada dificuldade, mas de relativa facilidade em órbita). Atualmente a estação já está pronta para suportar tripulações de seis elementos. Até julho de 2006, todos os membros da tripulação permanente provinham dos programas espaciais russos ou norte-americanos. No entanto a partir dessa data, a EEI tem recebido tripulantes das Agências Espaciais Europeia, Canadiana e Japonesa. A Estação Espacial também já foi visitada por muitos astronautas de outros países e por turistas espaciais.
É comum associar à estação um estado de "gravidade zero", originando alguma confusão, porque tal que não ocorre no local. A gravidade aproximada do local, levando-se em conta um raio de 6.378,1 km terrestre, é de 8,3 m/s² a 8,4 m/s², pela igualdade da Lei da Gravitação Universal (LGU) e o peso, o que é considerável. O efeito "gravidade zero" ocorre porque a estação está "a cair eternamente" por causa da curva ocasionada pela "força centrípeta" a que está sujeita.

Participação brasileira
O Brasil assinou um acordo exclusivo e direto com a NASA para produzir hardware e, em troca, ter acesso aos equipamentos norte-americanos além de permissão para enviar um astronauta brasileiro à estação, o que aconteceu em 2006 quando o brasileiro Marcos César Pontes, o primeiro astronauta lusófono, esteve na estação, onde permaneceu por uma semana, transportado por um foguete russo.
Contudo, o Brasil está atualmente fora do projeto de construção da Estação Espacial Internacional, devido ao não cumprimento, da empresa subcontratada da Embraer, do contrato assinado, que foi incapaz de fornecer o Palete EXPRESS prometido. Após quase dez anos de participação, o país deixou de ser considerado na lista de fabricantes da base orbital. Segundo o especialista John Logsdon, diretor do Instituto de Políticas Espaciais da Universidade George Washington e membro do Comitê de Conselho da Nasa, "já é tarde demais para o Brasil fazer qualquer coisa, a não ser tornar um usuário da estação".

Lido 2725 vezes Última modificação em Quinta, 15 Setembro 2016 21:36

Mídia

Mais nesta categoria: NASA TV Media »

Deixe um comentário



Insira aqui o seu Nome e E-Mail para receber gratuitamente as atualizações do Blog do Anísio Alcântara

Nós também detestamos SPAM. Prometemos nunca enviar nenhum E-Mail indesejado para sua caixa postal.


| Principal | Contato | Webmail | Notícias | Android App | NASA Ao Vivo | Águias Ao Vivo | Radio FM | TV Assembléia | Livros Grátis |

Copyright © 2012 Anísio Silva de Alcântara. All Rights Reserved.

O Blog do Anísio Alcântara foi publicado no dia 25 de Março de 2012